Header Ads

Gabriel Medina e Neymar são massacrados após responderem a pedido de Bolsonaro

Atletas foram convidados a irem a Israel


Gabriel Medina e Neymar entraram para os assuntos mais comentados da internet ontem, 2, após aceitarem um convite inusitado de Bolsonaro. Em viagem a Israel, o presidente, ao lado do primeiro-ministro israelense, convidou os atletas a irem ao país e recebeu uma resposta positiva deles. Contudo, o ato acabou dividindo opiniões, com ambos sendo criticados, principalmente o surfista, que mantém seu perfil público nas redes sociais. 

O vídeo do momento foi compartilhado por Bolsonaro em suas redes sociais, que foi ao país do Oriente Médio em viagem oficial. Nas imagens, Jair deseja boa sorte aos esportistas brasileiros: “Alô Neymar, alô Medina. Diretamente aqui de Israel aquele abraço e boa sorte para vocês".


Após desabafo de Marquezine na internet, Neymar manda recado para ela e surpreende!

Acusada de provocar Marquezine por beijo em Neymar, Anitta dá baita resposta à seguidora


Na sequência, o jogador e o surfista são convidados pelo primeiro-ministro de Israel a irem ao país: “Por favor, venham a Israel. Vocês dois estão convidados: Neymar e Medina. Tragam todo mundo com vocês", pede Binyamin Netanyahu.

"Meu presidente": Ana Hickmann posta foto ao lado de Jair Bolsonaro e é detonada na web

Bruna Marquezine revela estar com saudades de Lula e Dilma em alfinetada a Bolsonaro


Após a divulgação do vídeo na internet, a repercussão foi imediata e gerou críticas. Neymar, acabou se safando no Instagram por seu perfil ser limitado apenas para quem ele segue comentar. Já no Twitter, o craque da seleção não foi poupado, sendo chamado de “Facista” e “Bolsominion”.




Uma publicação compartilhada por Jair M. Bolsonaro (@jairmessiasbolsonaro) em

Já com Medina, a situação foi mais complicada, pois o bicampeão mundial de surf mantém seu perfil do Instagram público, assim, recebendo uma enxurradas de críticas. Muitos internautas afirmaram estarem decepcionados com o atleta. “Que merd*a, Medina! Vai apoiar fascista agora? Decepção”, disse um seguidor, outro internauta também não poupou: “Surfou muito e não estudou história. Só pode ter essa desculpa para apoiar homofóbico e racista”.

Ambos atletas ignoraram os comentários e não responderam nenhum deles. Em meio às críticas, também havia outros internautas dando apoio e pedindo respeito a eles.


Gabriel Medina é criticado após responder a pedido de Bolsonaro.
Foto: Instagram/Reprodução