Header Ads

Com Bolsonaro presidente, eleitores cobram saída de Anitta do Brasil e ela rebate

Cantora questionou eleitor sobre "promessa" que não fez


Durante o período eleitoral das Eleições 2018 Anitta foi bastante pressionada pelos fãs a se posicionar politicamente na campanha "#EleNão", contra o agora eleito, Jair Bolsonaro, mas a princípio a cantora recusou a se envolver, o que deixou muitos admiradores descontentes. Mas com tanta repercussão negativa entre os fãs, a carioca acabou se posicionando contra a sua vontade, usando argumentos da campanha mas sem usar a hashtag e sem citar o presidente, o que gerou críticas. 


Nas eleições onde as chamadas 'Fake News' tiveram destaques em ambos lados, os famosos não ficaram de fora e também foram vítimas delas. Como foi o caso de Pabllo Vittar, que desde o ano passado tem sido alvo de inúmeras notícias falsas envolvendo seu nome, certamente a mais famosa delas é a que diz que a drag queen iria embora do país caso Bolsonaro fosse eleito, o que não é verdade e foi amplamente desmentido pela mídia e especialistas. Entretanto, parece que a notícia falsa de Vittar sair do Brasil acabou respigando em Anitta, talvez por terem o mesmo público LGBTQ+.


Com a vitória do então candidato do PSL, muitos eleitores de Bolsonaro bombardearam as redes de Anitta, cobrando que ela cumprisse sua "promessa" e saísse do país por ele ter sido eleito. Porém, a cantora nunca disse que sairia do Brasil caso Jair fosse eleito, e rebateu com ironia.    

"Espero que você também cumpra sua promessa e suma do Brasil", diz o internauta no Instagram. Ao se deparar com o comentário, a funkeira que veio da periferia do Rio de Janeiro, mais precisamente de Honório Gurgel, foi diretamente respondê-lo, perguntando a ele, em qual momento e onde foi que ela teria dito que sairia de seu país. Anitta pediu para que fosse mostrada à ela essa notícia, com tom irônico, negando completamente a possibilidade de ser verdadeiro esse informe.


Foto: Instagram/anitta