Header Ads

15 curiosidades que você não sabia sobre 'A Grande Família' e vão te surpreender!


As curiosidades e bastidores da série mais querida da TV 

Foto: Globo/Divulgação
Em 2001, estreava a segunda versão de 'A Grande Família', com previsão de ter somente alguns episódios, acabou durando 14 temporadas. O que era para ser somente um especial para TV, se tornou uma das séries de maiores sucesso da Globo, que marcou uma geração. O êxito do seriado foi tanto que a representação da típica família suburbana brasileira caiu no gosto do público, ficando na memória afetiva dos telespectadores.

Como não lembrar das confusões de "Agostinho", da espevitada "Bebel", do filho encostado "Tuco", da mãezona "Nenê" e do pai chato "Lineu", não é mesmo?! Além de vários outros personagens que também foram marcantes. Mas, apesar do seriado ter sido finalizado em 2014, reprises no canal Viva e na própria Globo tem matado a saudades dos fãs.


E se você curtia a família mais unida e "também muito ouriçada" da televisão, vai adorar essa matéria! O Superfeed separou várias curiosidades sobre a atração, desde os bastidores, como aconteciam as gravações e até coincidências inusitadas com o elenco. Confira!
  
#1 Especial
A nova versão da série (2001) foi inicialmente idealizada para ser apenas um especial em homenagem à primeira versão, de 1972, com apenas 12 episódios. Porém, o sucesso fez com que a atração permanecesse no ar por 14 anos.
A primeira versão à esquerda (1972), e a segunda à direita (2001).
Foto: Globo/Divulgação

#2 Longevidade
Desde a sua estreia, em março de 2001 - até o fim, em setembro de 2014, a Globo exibiu 485 episódios. Tornando-se a terceira mais longa série da TV brasileira, atrás de 'Turma da Mônica' e 'Escolinha do Professor Raimundo'.
Elenco da série reunido em cena.
Foto: Globo/Divulgação

#3 Custo de novela
Cada episódio de 'A Grande Família' custava em torno de R$ 200.000 mil reais a Globo, mesmo custo de um capítulo de novela.
Cena de 'A Grande Família'.
Foto: Globo/Divulgação


#4 Outra atriz para "Nenê"
Antes da estreia da série, ainda na pré-produção, no final do ano 2000, era Marília Pêra quem estava cotada para dar vida à mãe da família Silva. Contudo, acabou havendo uma troca e Marieta Severo foi a convidada.
A atriz Marília Pêra, falecida em 2015.
Foto: Divulgação

#5 Gravação
Em três dias era gravado um episódio da série. Nos dois primeiros dias, o elenco gravava nos estúdios da Globo, e no terceiro, na cidade cenográfica.
Bastidores de gravação de 'A Grande Família'.
Foto: Globo/Divulgação

#6 Casa de verdade
Uma casa de verdade no bairro de Realengo, zona oeste do Rio de Janeiro, inspirou a moradia da família de Lineu. Nos estúdios da Globo, a casa foi recriada de maneira mais real possível, na qual chuveiro, torneiras e tomadas funcionavam de verdade.
Cena do seriado dentro da casa cenográfica.
Foto: Globo/Divulgação

#7 Figurinos
Boa parte das peças de roupas usadas pelo elenco eram garimpadas em camelôs, brechós e lojas de rua, para condizer com a realidade dos personagens.
"Agostinho" (Pedro Cardoso) e "Dona Nenê" (Marieta Severo).
Foto: Globo/Divulgação


#8 Campeão de audiência
'A Grande Família' foi um dos produtos de maior audiência da TV Globo, sendo considerada como o de maior sucesso da emissora desde o ano 2000. O sucesso era tanto que chegava a competir com as novelas das 21hs (principal produto do canal) e com o 'Jornal Nacional', se tornando o programa humorístico mais visto da televisão brasileira.
Telespectador assistindo 'A Grande Família'.
Foto: Twitter/Reprodução

#9 Produto cobiçado
Se você já assistiu a pelo menos um episódio de 'A Grande Família' deve ter visto a clássica jarra de abacaxi na mesa da família Silva. O item se tornou um sucesso por conta do programa e ficou no topo da lista dos produtos mais desejados da Globo, que chegou a vendê-lo em seu site. Mesmo com o fim da série em 2014, até hoje a famosa jarra é vendida em centros comerciais pelo Brasil.
"Dona Nenê" (Marieta Severo) segurando a famosa jarra de abacaxi.
Foto: Globo/Divulgação

#10 Pedro Cardoso já foi namorado de "Bebel" mas não era o "Agostinho"
Não há dúvidas que o "Agostinho Carrara" (Pedro Cardoso) é um dos personagens mais marcantes da série. E um fato curioso sobre isso é que, Pedro Cardoso participou de um especial da série em 1987, feito para mostrar como estaria a família Silva após o fim da primeira versão, em 1975. Na ocasião, o ator interpretou o novo namorado de "Bebel", e 14 anos depois daria vida a "Agostinho".
Pedro Cardoso ainda jovem à esquerda, e como "Agostinho" na segunda versão.
Foto: Reprodução/Globo - Divulgação


#11 Alta definição
O sucesso fez com que 'A Grande Família' fosse a primeira série brasileira a ser transmitida em alta definição, em 2008. Na época, somente as novelas das 21hs, da Globo, eram gravadas em HD.
Logo da série no ano de 2008.
Foto: Globo/Reprodução

#12 Episódio escrito por Pedro Cardoso
O ator que deu vida a "Agostinho" escreveu um dos episódios da 12ª temporada da série, em 2012.
Pedro Cardoso como "Agostinho".
Foto: Globo/Divulgação

#13 Sucesso no cinema
Em 2007 a família Silva saiu das telinhas e foram para as telonas, fazendo um enorme sucesso. No final de semana de estreia, o filme foi visto por mais de 300 mil espectadores, superando grandes lançamentos internacionais na época. Dois meses depois, mais de 2 milhões de pessoas já tinham assistido o longa, que arrecadou cerca de R$ 15 milhões.
Cartaz do filme de 'A Grande Família'.
Foto: Reprodução

#14 Brigas
Com tantos anos convivendo, quase que diariamente, brigas e desentendimentos aconteceram nos bastidores do seriado. A que mais repercutiu aconteceu entre o interprete de "Agostinho" e Guta Stresser, em 2012. Na época, a interprete de "Bebel" admitiu que uma discussão com Pedro Cardoso, seu marido na série, interrompeu as filmagens.
Guta Stresser ("Bebel") e Pedro Cardoso ("Agostinho") em cena.
Foto: Globo/Divulgação


#15 Atores lutaram pelo fim da série
Como já citamos anteriormente, 'A Grande Família' era para ser apenas um especial com alguns episódios, mas o sucesso fez com que durasse 14 temporadas. De início, o prologamento foi ótimo para os atores, mas com o passar dos anos, os artistas se cansaram de interpretarem os mesmos personagens por tanto tempo e pediram o fim da série, em 2007. Como a atração era uma das maiores audiências da Globo, a emissora negociou com o elenco para a renovação de novas temporadas, que foram se arrastando pelos anos seguintes. O fim só se deu em 2014, contra a vontade do canal, quando os atores bateram o pé alegando que não fariam mais a série por estarem "presos" aos personagens por 14 anos.
Elenco e convidados nos bastidores do último episódio do seriado, em 2014.
Foto: Globo/Divulgação