Header Ads

Eduardo Costa detona Fernanda Lima após discurso contra o conservadorismo em seu programa

Cantor chamou a apresentadora de imbecil e afirmou que a "mamata vai acabar"


O discurso feminista feito por Fernanda Lima na última terça-feira (6), em seu programa na Globo, ‘Amor & Sexo’, ainda está dando o que falar. Isto por que o cantor Eduardo Costa fez um comentário detonando a apresentadora, onde ele faz ameaças e a chama de imbecil.


Toda polêmica envolvendo Fernanda Lima se deve ao seu discurso contra o conservadorismo, feito em seu programa, que fala sobre comportamento e sexo. Na edição, ela fala em sabotar o sistema opressor, e isso foi visto como uma indireta ao presidente eleito, Jair Bolsonaro. Logo o nome da esposa de Rodrigo Hilbert se tornou um dos assuntos mais comentados nas redes sociais, com apoios mas principalmente críticas contra.

"Chamam de louca a mulher que desafia as regras e não se conforma. Chamam de louca a mulher cheia de erotismo, vida e tesão. Chamam de louca a mulher que resiste. Chamam de louca a mulher que diz sim e que diz não. Não importa o que façamos, nos chamam de louca. Se levamos a fama, vamos sim deitar na cama, vamos sabotas as engrenagens deste sistema de opressão. Vamos sabotar as engrenagens desse sistema homofóbico, racista, patriarcal, machista e misógino. Vamos jogar na fogueira as camisas de força da submissão, da tirania e da repressão. Vamos libertar todas nós! E todos vocês! Nossa luta está apenas começando, prepare-se porque esta revolução não tem volta. Vamos sabotar tudo isso?", convida Fernanda.

Com a repercussão de suas falas na internet, o cantor Eduardo Costa, pró-Bolsonaro, resolveu comentar o assunto e não poupou a global. No comentário feito no Instagram, o sertanejo afirma que Jair foi eleito com mais de 60 milhões de votos e em seguida ataca a apresentadora, chamando-a de imbecil e diz que a “mamata vai acabar”.

Na sequência, o cantor faz um questionamento com tom irônico, perguntando se Fernanda só faz programa de televisão para telespectadores "bandidos, maconheiros, esquerdistas derrotados e para esses projetos de artistas assim como ela?".

Por fim, ainda garante que o seu candidato que foi eleito não está só, e ameaça: "O Brasil vai sabotar é a senhora se DEUS quiser", colocando também o nome do Juiz Sérgio Moro, afirmando que ele irá ajudar com o boicote. Algum tempo depois ele chegou a apagar o comentário, mas os prints já estavam circulando na web.


Foto: Instagram/eduardocosta
O comentário de Eduardo Costa repercutiu na internet, e o nome do cantor se tornou um dos mais comentados no Twitter. Já Fernanda, não se manifestou sobre as declarações do sertanejo, apenas fez uma postagem em seu Instagram, onde agradece o apoio que está recebendo. Ontem (7), a apresentadora chegou a desativar os comentários em seu perfil após inúmeros ataques, mas voltou a liberar na última publicação.




Gostaria de agradecer o carinho das pessoas que têm se manifestado positivamente em relação ao programa que foi ao ar na última terça-feira, sobre a mulher. Estou recebendo muito amor e com isso renovando minhas energias para seguir a caminhada. É muito importante receber o reconhecimento do papel de #AmorESexo em defesa da igualdade e da diversidade. É um trabalho que leva meses para ser desenvolvido, com cada tema pesquisado, escrito e gravado com meses de antecedência. O programa mulher, que foi ao ar esta semana, foi gravado em julho, e assim como os outros tem sido preparado com esmero e carinho há meses. Nossa equipe está muito feliz com os debates que o programa #mulher tem gerado, pois a nossa motivação é provocar reflexões sobre o papel da mulher na sociedade e como podemos desconstruir as estruturas machistas, homofóbicas e racistas que aprisionam as mulheres e homens. O amor cura. #CHAMATODOMUNDO #FernandaLima @redeglobo @gshow @antonioamancio
Uma publicação compartilhada por Fernanda Lima (@fernandalimaoficial) em